quarta-feira, 2 de julho de 2008














Essa é para quem leu o livro: "Olho e o Cérebro" do Meyer. Ele lá descreve em detalhes a longa batalha dos Frenologistas, que acreditavam que se um indíviduo enxergasse melhor que outro deveria ter alguma diferenciação anatômica, notem nesse livro de Traité de phrénologie humaine et comparée do Vimont, Joseph de 1832, a imagem símbolo para nós neurofisiologistas da Visão (Notem as protuberâncias no osso frontal do homem à direita). Frenologia é o estudo da estrutura do crânio de modo a determinar o carácter da pessoas e a sua capacidade mental. Esta pseudociencia baseia-se na falsa assunção de que as faculdades mentais estão localizadas em "orgãos" cerebrais na superficie deste que podem ser detectados por inspecção visual do crânio. O fisico vienense Franz-Joseph Gall (1758-1828) afirmou existirem 26 "orgãos" na superficie do cérebro que afectam o contorno do crânio, incluindo um "orgão da morte" presente em assassinos. Gall era advogado do principio "use-o ou deixe-o". Os orgãos do cérebro que eram usados tornavam-se maiores e os não usados encolhiam, fazendo o crânio subir ou descer com o desenvolvimento do orgão. Estes altos e baixos reflectiam, de acordo com Gall, àreas especificas do cérebro que determinam as funções emocionais e intelectuais de uma pessoa. Gall chamou a este estudo "cranioscopia." (in:http://skepdic.com/brazil/frenologia.html)

História


Olhem que maravilha este Scan do Original do Livro de Anatomia do Vesalius, cabe ressaltar que o mesmo foi lançado em 1543, e já apresentava uma riqueza gigantesca de detalhas da neuroanatomia. Anos mais tarde vários neurocientistas "remodelaram" seus modelos, taí o original para vocês!

Síndrome de Möbius




A síndrome de Möbius é um problema multissistêmico. Exame ocular revela que as versões horizontais são ausentes congenitamente e que a esotropia está frequentemente presente. A presença do padrão A ou V não é incomum, e uma postura compensatória da cabeça para cima ou para baixo pode ser usado pelo paciente no esforço de evitar os sintomas de Diplopia.(“Esta incapacidade congênita de aduzir o olho pode resultar na fixação mantida no alvo lateral pela convergência voluntária”.) Associado com a falta de movimento horizontal lateral do olho, provavelmente devido a paresia do sétimo par craniano, manifestado pelo relaxamento do músculo orbicular, ptose da pálpebra inferior e lago de lágrimas no fórnice anterior. Existem outras anormalidades faciais associadas, nistagmo vestibular não pode ser elucidado e as pupilas são normais.

Causas, características e tratamento ocumulotor



Trata-se de síndrome caracterizada por paralisia tipo periférico do VII nervo, na maioria das vezes bilateral, paralisia do VI par, disgenesia da musculatura lingual e outras anomalias ósseas e musculares, mais frequentemente localizadas na parte distal das extremidades. A face de um paciente com a Síndrome de Möbius é muito característica:
- a diplegia facial provoca o aspecto de máscara, pois o paciente não possui mímica facial
- A boca está sempre entreaberta e os olhos não se fecham.
- Ao tentar fechar os olhos surge o sinal de Bell, o que provoca o aspecto muito desagradável do olho branco.
- A paralisia do músculo orbicular da boca e as disgenesias linguais prejudicam a fala.
- Esses fatos associados a outras anomalias congênitas, causam sérios problemas de ordem emocional, que às vezes são interpretados pelos pais como déficit mental, o que vem a piorar ainda mais os problemas emocionais.
- As anomalias ocumulotoras são algo variáveis, na maioria das vezes, existe paralisia completa dos retos laterais, com consequente esotropia e torcicolo alternante compensador.
- Os retos mediais podem estar fortemente contraturados e outras vezes, há ortotropia ou esotropia muito discreta.
- Quanto aos defeitos físicos associados, o que se observa mais frequentemente são as anomalias linguais e as partes distais dos membros, tanto superiores como inferiores.
- Quanto a estes, o defeito mais freqüente é o pé eqüinovaro supinado, que lembra a forma do taco de golf.
- Pode haver ausência de pés e/ou mãos .
- Outras anomalias foram observadas: ausência de lágrimas ao choro, associada a lacrijamento paroxístico, disgenesia do músculo peitoral, surdez, perturbações dentais
- Quanto ao tratamento das alterações ocumulotoras, o mais freqüente é o retrocesso dos retos mediais para correção da esotropia e do torcicolo.
- Podem haver outros tipos de transtornos, cuja correção depende de cada caso, nas de forma geral um cirurgião plásticos e um ortopedista podem oferecer importantes benefícios aos pacientes com a síndrome de Möbius.
- É importante que os pais sejam orientados no sentido de que seus filhos não são débeis mentais e que, portanto, devem ser tratados como crianças mentais normais e sempre que possível encaminhados a tratamento psicológico.